Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

hoje era o dia

Hoje era o dia 0 da nossa existência. O dia em que os problemas se resolveriam e tudo ficaria bem. Como diz a minha mãe: demasiadas expectativas. Tenho de aprender a aceitar as coisas, a deixar ir, a desligar. A aceitar. Aceitar é ser crescido. É aprender. Eu aprendo depressa, se a disciplina não for matemática. Passei o dia a ouvir outras pessoas, outros dramas. Há quem viva mal e seja infeliz; há quem não tenha solução. Eu tenho. Resta saber esperar por ela.

publicado por Patrícia Reis às 20:39
link do post | comentar

por este mundo acima_

Por este mundo acima

pesquisar neste blog_

 

arquivos_

Os Livros_

Clique na imagem

para comprar o livro.




















subscrever feeds