Quinta-feira, 21 de Janeiro de 2010

ciclo vicioso

Podemos planear uma fuga quando estamos sozinhos no carro. Seguir pela A1 em direcção ao Porto, que também é abrigo, dizem-me. E daí para a Galiza, ver o mar picado, sair da auto-estrada. Andar nas estradas nacionais. levantar todo o dinheiro, pouco, que tenho. Atirar o telemóvel para o lixo industrial numa esquina qualquer. Podemos imaginar tudo isto, até porque a imaginação é livre, gratuita, está dentro da nossa cabeça, não nos leva ao ridículo se ficarmos calados e quietos no nosso sítio, a ser funcional e pragmático, a ser crescido. Então, em vez de tudo isso, seguimos, diligentes, para o emprego, fazemos o indizível, falamos ao telemóvel (ou melhor, ouvimos o que nos dizem ao telemóvel), obedecemos ao relógio, apanhamos os miúdos na escola, levamos ao piano, à explicação. Fazemos jantar. Lavamos roupa. Esperamos meia hora, colocamos no secador. Tentamos ler um pouco. Tentamos um pouco mais. Evitamos a televisão por estar cheia de mortos. Não queremos saber das notícias, excepto as que chegam do Haiti. Visitamos blogues. Pensamos se tomámos os medicamentos todos, se teremos sexo hoje à noite, se amanhã há qualquer coisa urgente para resolver Se comprámos pão. Como colocar as fotografias que restam na casa de banho social. Coisas assim. Longe do mar agitado da Galiza, do ideário que construímos à laia de filme. Temos, afinal, uma vidinha como as outras. Cartão do cidadão, impostos certinhos, expectativas baixas. Sem ondas. Por ser assim é que pensamos em fugir e depois é um ciclo vicioso e voltamos a terminar nas expectativas baixas. Quando é que as baixámos? Em criança. Mas sobre isso não se pode falar.

publicado por Patrícia Reis às 00:31
link do post | comentar
3 comentários:
De Emprestimo a 17 de Janeiro de 2011 às 17:48
Adorei o blog, conteúdo muito bem escrito, layout bacana com cores amigáveis. Vou aproveitar e adicionar o blog nos meu favoritos. bjs! Maria Cecilia


De Patrícia Reis a 17 de Janeiro de 2011 às 19:27
:)


Comentar post

por este mundo acima_

Por este mundo acima

pesquisar neste blog_

 

arquivos_

Os Livros_

Clique na imagem

para comprar o livro.




















subscrever feeds