Quinta-feira, 24 de Dezembro de 2015

Natal

Quero

 

Senhor neste

 

Natal, armar uma

 

árvore, dentro do meu

 

coração, e nela pendurar, em

 

vez de presentes, os nomes de

 

todos os meus amigos. Os antigos e os

 

mais recentes. Os de perto e os de longe.

 

Os que vejo a cada dia, e os que raramente

 

encontro. Os sempre lembrados e os que às vezes

 

ficam esquecidos. Os das horas difíceis, e os das horas

 

alegres. Os que sem querer magoei ou sem querer me magoaram.

 

Aqueles que pouco me devem e aqueles a quem muito devo. Meus

 

amigos humildes e meus amigos importantes. Os nomes de todos os que

 

já passaram pela minha vida.

 

Especialmente os que já partiram

 

e que me lembro com tanta saudade.

 

Que o natal esteja vivo,

 

em cada dia do ano novo.

 

 

(Desconheço a autoria deste postal de Natal, foi-me enviado pela Helena Sacadura Cabral há cinco anos e guardei-o para o partilhar convosco este ano. Obrigada Helena, um Santo Natal para todos)

publicado por Patrícia Reis às 13:45
link do post | comentar
1 comentário:
De kika a 26 de Dezembro de 2015 às 15:13
Que chatice....afinal ainda mexe e ainda está viva
Os chineses é que ficaram com os chocolates envenenados
Coitados dos chineses como se não bastasse o ar que por lá
respiram.
Vou ter que pensar num outro impulso que não seja doce
Os doces são suspeitos .... Falhei .



Comentar post

por este mundo acima_

Por este mundo acima

pesquisar neste blog_

 

arquivos_

Os Livros_

Clique na imagem

para comprar o livro.




















subscrever feeds